Apesar da sociedade exigir uma postura sempre viril dos homens, nem sempre é assim que as coisas funcionam.

É completamente normal que, ao longo da vida, o homem vá perdendo a sua libido e o desejo sexual comece a desaparecer pouco a pouco.

Neste artigo você irá conhecer os 03 principais fatores que diminuem a libido masculina, bem como o que você precisa fazer para contorná-los e ter uma vida sexual saudável.

Mas, antes de começarmos, faça como 1.222 homens e melhore o seu desempenho sexual com as nossas dicas exclusivas preenchendo o formulário abaixo.

01 – Fatores que diminuem a libido: Obesidade

A obesidade é um dos principais motivos para a diminuição da libido masculina, afinal de contas, ela age destruindo as condições físicas e psicológicas necessárias para um bom ato sexual.

No corpo, a obesidade diminui seu rendimento físico, fazendo com que o desempenho sexual seja inferior, o que – sucessivamente – leva a falta do desejo em si.

Além disso, ela também age alterando a tireoide, desenvolvendo quadros de diabetes e um aumento no colesterol.

Esse combo de problemas (ou até mesmo somente um deles) trabalha diminuindo a produção de testosterona, que é o ingrediente fundamental da libido masculina.

Sem contar que colesterol alto e diabetes também podem gerar quadros de disfunção erétil, o que torna o momento do sexo algo totalmente desagradável e, com o tempo, o desejo vai deixando de existir.

E por último, a obesidade também gera problemas psicológicos de insegurança e insatisfação com o próprio corpo, fazendo com que você sofra uma diminuição da libido.

Como resolver

A melhor maneira de reverter esse quadro é perdendo peso e para isso é importante que você foque, primeiro, na prática de exercícios físicos.

Caso você tenha alguma condição especial que não lhe permita exercitar-se, será necessário balancear a alimentação.

Todavia, o exercício físico junto com uma boa noite de sono (pelo menos 07 horas) é fundamental para queimar gordura e aumentar o seu desejo sexual.

02 – Fatores que diminuem a libido: Estresse

O estresse é prejudicial para o corpo humano em diversas áreas, mas é no sexo que ele costuma se manifestar mais rapidamente.

Um homem com altos níveis de estresse pode não sentir mais desejo sexual algum e, se sentir, é possível que não consiga manter uma ereção.

Isso acontece porque o corpo humano gasta uma grande quantidade de energia lutando contra o estresse ao longo do dia, de modo que a noite você estará muito menos propenso a querer fazer sexo.

Outro ponto importante é passar por estresse diariamente faz com que, após alguns dias, a testosterona atinja níveis extremamente baixos – diminuindo assim a libido.

Como resolver

O estresse é uma verdadeira epidemia que tomou da humanidade, principalmente nos grandes centros.

E a melhor maneira de resolver o estresse é fazendo com que o corpo produza mais endorfina, um hormônio com poder analgésico.

A endorfina atua diminuindo as dores, combatendo os sintomas da depressão e, principalmente, induzindo o relaxamento e com isso diminuindo os níveis de estresse.

Para liberar mais endorfina no seu corpo, tudo que você precisa fazer é começar a praticar exercícios físicos diariamente…

Isso mesmo, do mesmo jeito que se combate a obesidade se combate o estresse e se você apresenta os dois quadros, ficará feliz em saber que pode matar dois coelhos com uma cajadada só!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Como posso te ajudar?